Archive for Alimentação

Alimentos Proibidos

Alguns alimentos podem ser altamente tóxicos para os porquinhos da índia e não deve –se passar por perto da alimentação deles:

Batatas em geral – contêm uma substância parecida com cianeto, é altamente tóxico;


Verduras claras – não supre as necessidades da vitamina C e ainda pode causar diarréias irreversíveis;


Alface – inclui tudo que existe nas verduras claras citada acima, e é uma das verduras que tem sérios problemas de agrotóxicos nas folhagens, além de causar gases e diarréias;
 

Frutas cítricas – como limão, pode ferir desde a boca ao estômago do seu animal, perigo de aberturas de feridas;
 

Alimentos humanos industrializados, doces, salgados, frituras – nem pensar! Alguns de nossos alimentos contêm proteína animal, excesso de óleo, e os doces então, tudo muito prejudicial ao seu animalzinho de estimação.
 

Rações de coelhos que contenha proteínas animais como farinhas ou vísceras de carne ou rações de coelhos de produção contém hormônios que leva um porquinho da índia a óbito.
 

Sempre leia atentamente as composições de rações para seu porquinho da índia.

Comments (6) »

Frutas

As frutas devem ser oferecidas como petisco também, porque contém altas taxas de açúcar que pode fazer mal principalmente ao intestino de animais herbívoros como os porquinhos da índia. E além de dar cáries. Evite frutas… Mas você pode até oferecer como gostinho pra eles, de vez em quando ou na falta de verduras, desde que não passe mais de um dia com a fruta, o correto é intercalar e ceder frutas como os alimentos que devem ser evitados, apenas 3 x na semana:

Banana –
rico em potássio, dar apenas ¼ de uma banana, de preferência prata ou maça;


Melão – uma fatia fina, dar somente em épocas quentes, porque contém muita água;
 

Pêra – fatias sem casca;
 

Maça – dar somente uma fatia grossa, mas sem casca e cortada em cubos, porque pode cortar a boca do animal;
 

Laranja – o porquinho pode comer laranja, porém tem de ser sem casca, e pedaços sem sementes;
 

Pêssego – fatias sem a semente.
 

Côco branco – sem casca, pedaços grossos, uma vez por mês, ajuda limpar de parasitas intestinais.

Comments (14) »

Verduras

Catalonha – algumas regiões no Brasil, muda-se de nome, porém catalonha é a verdura da foto acima de folhas comprimidas e arredondadas, algumas vezes vem pontiaguda. A catalonha contém vitamina C, ferro, e vitaminas do grupo B… Muito saudável;

Almeirão – também pode mudar de nome em algumas regiões, porém ele tem as folhas mais largas, bem grandes na verdade, as folhas mais claras que a Catalonha, porém contém taxas de vitamina C bem relativas e bem saudáveis ao seu bichinho de estimação;

Rúcula – escolher apenas os pés que as folhas estiverem bem escuras, e oferecer para seu porquinho apenas as folhagens escuras… Contém vitamina C assim como todas verduras de folhagem verde;

Chicória – muito boa em todos sentidos, porque também ajuda a trabalhar a parte intestinal e ameniza gases, caso eles tenham. Estimula o apetite, ajuda limpar o fígado e o baço;

Salsinha – muito rica em vitamina C, porém não se de vê dar pra fêmea, porque pode causar esterilidade em roedores;

Rama de cenoura – contém vitamina C, e tem alto teor de fibras;

Mostarda – as folhagens de mostarda também é ótimo pra porquinhos, mas nem todos a acham apetitosa.

Pepino japonês – ceder cru e com casca, pode deixar um inteiro dentro da gaiola, para animais adultos, ou metade pra filhotes;

Cenoura – eles adoram, e ajuda muito a limpar e desgastar os dentes. Deixar sempre com casca e pode dar inteira pra animais adultos;

Tomate – muito rico em vitamina C, porém nunca dar mais que metade de um tomate por dia, a não ser que os tomates sejam orgânicos, para não ter problemas com excesso de agrotóxicos. Pode também dar tomatinhos pra eles como petiscos;

Jiló cru – pode deixar um jiló cru por animal, ele é rico em vitamina C, e ajuda nos desgaste dos dentes;

Pimentão verde –  muito rico em vitamina C também deve ser intercalado com outros legumes crus, deve ser cortado em fatias grossas, e retirar as sementes, antes de servir aos animais.

 

Beterraba – contém ácido lático, e por isto é bom dar somente uma fatia, uma vez por semana.Causa cálculos renais e animais com este problema não deve se alimentar de beterraba.

Milho verde – não tem vitamina C, porém ajuda nos desgastes do dentes dos porquinhos, deve ser cedido junto as verduras e outros legumes.

Comments (3) »

Mais sobre Alimentação

AlimentaçãoOs porquinhos-da-índia são animais essencialmente herbívoros. Na natureza se alimentam principalmente de gramíneas, algumas folhas e flores. Para se obter uma alimentação equilibrada pode-se alimentá-los com ração industrializada específica para porquinhos-da-índia, ou na falta desta, pode-se usar ração de coelhos, e complementá-la com verduras, que deverão ser servidas uma vez ao dia, todos os dias.
Procure não alimentá-los exclusivamente com ração, pois eles necessitam de grande quantidade de vitamina C, encontrada nos vegetais, pois são os únicos animais além do Homem a sofrer carência desta vitamina, apresentando os mesmos sinais de escorbuto. Uma das melhores fontes de vitamina C é a couve; uma das coisas que eles mais gostam é o capim, que sem dúvida é a melhor opção, uma vez que é o alimento natural dos porquinhos.

Atenção!

Alface pode causar diarréia em porquinhos, levando até mesmo à morte. Você pode dar alface ao seu animal, mas lembre-se de sempre dar poucas folhas, nunca os sature de alface; se seguires esta dica, com certeza não terás problema algum.

Alimentação
 Importante:
Cuidado ao alimentar seu porquinho-da-índia com ração para coelhos, pois elas não são balanceadas de acordo com as necessidades nutricionais dos porquinhos. O ideal seria que se fornecesse a ração própria para porquinhos, porém como a maioria delas são de marcas importadas e caríssimas, muitas vezes pode ficar inviável economicamente (principalmente se possuir muitos animais!). Nesse caso, é aconselhável olhar as informações sobre composição das diferentes marcas de ração para coelhos e comprar aquela que melhor corresponder às necessidades dos porquinhos (tenho visto algumas bem razoáveis), e complementar sempre com verduras.

A escolha da ração é de extrema importância, tendo em vista a enorme quantidade de problemas e doenças que podem ser evitados simplesmente com uma boa alimentação. Para auxiliar na escolha da ração, abaixo coloco uma tabela com os valores* ideais por Kg de ração para os nutrientes mais importantes para os porquinhos:

 

proteína

17%

matéria fibrosa

20%

extrato etéreo

3% (máx.)

cálcio

1,5%

fósforo

1%

vitamina A

12.000 UI

vitamina D

1.600 UI

vitamina E

50 mg (mín.)

vitamina C

300 mg

*valores retirados do site Galen’s Garden – www.galensgarden.co.uk


O equilíbrio cálcio/fósforo é de extrema importância, devendo ser o mais próximo da relação 1,5:1 possível; o desequilíbrio desta relação, bem como níveis excessivamente altos de vitamina D na dieta podem ocasionar problemas de calcificações metastáticas e cálculo urinário. Muitas rações para coelhos possuem uma quantidade de vitamina E muito baixa para porquinhos, o que pode levar à problemas reprodutivos e musculares.

É importante salientar que nenhuma ração para coelhos conterá vitamina C, sendo esta a razão pela qual se torna tão importante a suplementação com verduras e frutas frescas.

 

Fonte: http://www.cuicui.com.br/

Comments (1) »

Alimentação

Uma alimentação balanceada é a melhor protecção contra estas doenças. Os porquinhos devem ter a possibilidade de comer pequenas quantidades de comida várias vezes ao longo do dia. Isto possibilita que a comida seja transportada continuamente para o estômago e intestino, o que é muito importante neste tipo de animais.

Se o tempo entre duas refeições é muito longo este tráfego é interrompido, o que não é muito bom para o porquinho.

Também existe o perigo deles comerem demais, ou se forem alimentados à base de granulado, poderem beber bastante água, o que faz com que o estômago possa inchar até rebentar. A flora intestinal do porquinho é constituída de forma a que possa trabalhar com comida bastante rica em celulose e tem um pH alcalino de valor 9, só funcionando nesta área de pH.

Se o porquinho fôr alimentado com comida quer contenha muito açucar, o pH desce, fazendo com que a flora intestinal mude e que o porquinho deixe de sintetizar os nutrientes essenciais para ele. Fora isso, pequenas quantidades de açucar pode ser bem-vindas, pois são uma forma de obter energia, que no entanto se não forem sendo gastas pode originar que o animal fique obeso. Porquinhos com uma boa flora intestinal são capazes de sintetizar todos os nutrientes essenciais de que necessitam. Só o ácido ascórbico (Vitamina C) tem de ser adquirido do exterior, dado que não pode ser sintetizado pelos porquinhos.

O mais importante a incluir na alimentação do seu porquinho é o feno. Deve ser uma mistura de diferentes ervas. O feno deve estar totalmente sêco, livre de pó, com uma côr verde e cheiro agradável. Feno estragado, podre ou com bolôr tem de ser evitado. O feno traz a celulose, que como vimos atrás, é muito importante para a alimentação dos Porquinhos-da-índia. Estas fibras são fundamentais dado que obrigam a um uso constante dos dentes de modo a que o animal possa ingerir pedaços mais pequenos.

Por causa disso, muito feno é bom para evitar problemas com os dentes. Também é uma forma de ocupar o tempo, dado que uma quantia considerável de feno leva sempre

algum tempo a ser ingerida e dessa forma o animal não fica entediado sem fazer nada, para além de que estes animais fazem por vezes umas poses divertidas quando estão a comer. Mas só feno não basta, já que deve ser acompanhado sempre com comida rica em vitamina C.

Esta pode ser encontrada em todo o tipo de frutas e vegetais. Também relva alta e ervas frescas oferecem vitamina C aos porquinhos. Se a alimentação destes fôr rica neste tipo de comida, não é necessário comprar suplementos de vitamina C.

O fornecimento de ácido ascórbico puro ou compostos multi-vitamínicos para humanos deve ser evitado , dado que podem gerar uma “overdose” e causar problemas nos rins. Assim, de seguida, eis a lista de alimentos aconselháveis: ervas frescas e compridas, cenouras, pêras, maçãs, alface (em pequenas quantidades), pimentos, pepinos, uvas, coentros, espinafres, tomates, dentes-de-leão, rama das cenouras, trevos, courgetes.

As pessoas que planta ervas ou dentes-de-leão caseiros devem evitar cultivá-los perto da rua ou em sítios onde os cães possam fazer necessidades. E assim que a planta fôr apanhada, deve dá-la imediatamente ao seu porquinho, de modo a que esta não fique estragada.

Para o uso dos dentes deve dar ao seu porquinho pequenos galhos de árvores de fruta ou pedaços de pão sêco. Em geral : quanto mais tempo o animal estiver ocupado com comida, melhor para ele, pois isso provoca o desgaste dos dentes, dado que estes crescem durante a vida toda do animal.
A comida sêca que pode comprar nas lojas de animais ou supermercados, não deve representar mais de 20% da ração diária do animal ( mais ou menos 1 ou 2 colheres de sopa por animal/dia). Girassol, flocos de aveia e nozes não devem ser incluídos dado que têm muita gordura.

Quanto à comida de pacote, não devem ser dados os pedaços muito coloridos e brilhantes( laranja, amarelo, verde, encarnado), dado que contém corantes artificiais.

Uma boa mistura de comida sêca contém : trigo, aveia, milho, granulado, frutos e vegetais sêcos e ainda uma mistura de vitaminas. Com esta alimentação balanceada, não irá precisar mais de uma pedra com minerais.

Todas as coisas que são vendidas nas lojas como doces, embora tenham um visual atraente, não devem ser compradas. Como todos os doces,estes produtossabem muito bem, mas no final são prejudiciais à saúde.

Genéricamente, nada deve ser dado nada que contenha produtos de animais, proteínas animais, ovos ou leite e seus derivados, tendo em vista que os Porquinhos-da-Índia são animais HERBÍVOROS.

Fonte: http://www.maulicui.com/

Comments (4) »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 30 outros seguidores